domingo, 12 de março de 2017

Gostosa! Anitta posta foto na praia e exibe marquinha de biquíni anterior

 exibe marquinha de biquíni anterior

Cantora recebeu elogio de fã: 'Uau, que gata linda! Apaixonei'.


Anitta resolveu compartilhar, uma foto em que aparece curtindo o dia na praia. Com longas tranças, a cantora fez carão e ainda deixou à mostra a marquinha do biquíni usado anteriormente. O visual foi adotado pela cantora no final de fevereiro, antes de ela comandar um trio elétrico em Salvador. E é claro que a boa forma de Anitta, assim como o seu bumbum empinado, chamaram a atenção de seus seguidores. "Diva", disse uma. "Uau, que gata linda! Apaixonei", acrescentou outro. "Ta demais, hein, Anitta? Parabéns, linda", afirmou um fã. Vale lembrar que o visual da cantora não foi aprovado por todo mundo na época do carnaval. Enquanto alguns aprovaram o novo look, outros ficaram felizes por as trancinhas serem apenas temporárias.

A gostosa Juliana Paes posa de maiô cavado e mostra corpaço

  posa de maiô cavado e mostra corpaço
A gostosa Juliana Paes posa de maiô cavado e mostra corpaço

#sensualizani no #domingo', escreveu a atriz na legenda do clique postado no Instagram. Internautas enviaram diversos elogios na timeline.


Juliana Paes posou de maiô cavado e mostrou o corpaço em uma foto postada em sua página pessoal no Instagram na tarde deste domingo, 12. No clique, a atriz mostrou o Corpo definido com os treinos na academia e de Muay Thai. Na legenda, Juliana brincou: "#sensualizani no #domingo". Nos comentários, a atriz recebeu muitos elogios dos internautas. "É muita Beleza pra uma tarde só", "meu amor, respeite os limites do meu coração" e "bixa gata, mais gata ainda depois de dois filhos" foram alguns dos comentários postados pelos fãs da atriz. Ao EGO, Juliana já contou ao EGO que tem praticado Muay Thai duas vezes por semana, e que por isso está com os braços sarados. Juliana, porém, não quer ficar ainda mais musculosa. "Tenho medo de passar do ponto, de ficar com os braços iguais aos da Madonna", brincou.



Mostrou demais! Emily Ratajkowski mostra corpo perfeito - e muito mais - de biquíni

 e muito mais - de biquíni
Sexy! Emily Ratajkowski mostra corpo perfeito - e muito mais - de biquíni

Modelo aproveitou o dia de sol nesta quinta-feira, 9, com o namorado, Jeff Magid, em praia em Malibu, na Califórnia, nos Estados Unidos.


Emily Ratajkowskimostrou seu corpo perfeito e muito mais em dia de praia. Usando um biquíni branco, a modelo aproveitou o dia de sol, com o namorado, Jeff Magid, em Malibu, na Califórnia, nos Estados Unidos, colocando o bronzeado em dia e bebendo uma cervejinha. Em seu perfil na rede social Instagram, Emily comemorou o bom tempo: “Finalmente!”, escreveu.



Emily Ratajkowski em praia em Malibu, na Califórnia, nos Estados Unidos (Fotos: AKM-GSI/ Agência)

Gostosa! Elettra Lamborghini vem ao BBB em intercâmbio com Gran Hermano Espanha

Elettra Lamborghini (Foto: Arquivo Pessoal)

Italiana de 22 anos é solteira, tem cerca de 20 tatuagens e mais de 40 piercings


A lista do intercâmbio da décima sétima edição do Big Brother Brasil com o Gran Hermano Espanha está fechada! Depois de anunciar a ida dos gêmeos Antônio e Manoel para o programa europeu, chega a vez de revelar quem virá ao reality brasileiro: e a eleita é Elettra Lamborghini. Neta do fundador da famosa marca de carros Lamborghini, Elettra tem 22 anos, está solteira, tem cerca de 20 tatuagens espalhadas pelo corpo e mais de 40 piercings. A gata adora se exibir em suas redes sociais, diz que sua bebida preferida é leite de soja, que gosta beber em taças de champanhe. A morena de olhos azuis sonha em ser cantora. Nesta semana, a ‘hermana’ vai surpreender os confinados do BBB17 e promete causar em terras brasileiras!




  Gran Hermano Espanha
Elettra Lamborghini (Fotos: Arquivo Pessoal)

Fatalidade! Adolescente morre após levar choque em fio de ventilador em Itapaci, GO

  em fio de ventilador em Itapaci, GO
Gabrielly Paula chegou a ser socorrida após choque, mas não resistiu (Foto: Reprodução/Facebook)

Gabrielly Paula, 15, foi socorrida e levada a um hospital, mas não resistiu. Socorrista do Samu conta que garota sofreu parada cardiorrespiratória.


A adolescente Gabrielly Paula, de 15 anos, morreu após levar um choque no fio de um ventilador, em Itapaci, na região central de Goiás. Ela foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao hospital municipal da cidade, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. Condutor socorrista do Samu, Cristiano Marcos contou ao G1 que a equipe chegou até a casa da garota cerca de 10 minutos após ela levar a descarga elétrica, na manhã de sexta-feira (10). "Ela estava caída no chão, ao lado do ventilador, que tinha o fio descascado. A menina apresentava queimaduras nas pernas e nos braços e o estado era gravíssimo. A levamos até o hospital, onde ela passou pelo procedimento de reanimação, mas morreu", relata. Ainda segundo Marcos, estava muito quente e a menina pretendia tomar um banho. "Parentes nos disseram que ela ia levar o ventilador para o quarto, mas aí, quando encostou no fio, não percebeu que ele estava descascado. Como o aparelho estava ligado a uma tomada, ela levou o choque", contou. O G1 entrou em contato com a delegacia da cidade e, segundo a unidade, nenhum boletim de ocorrência sobre o caso tinha sido registrado até a manhã deste domingo (12). A reportagem também tenta ouvir parentes da adolescente, que teve o corpo sepultado na cidade de Mozarlândia, a 300 km de Goiânia.

Gabrielly Paula, de 15 anos, morreu após levar choque em fio de ventilador (Foto: Reprodução/Facebook)

Mulheres escolhem homens: Revelam que as mulheres não estão interessadas em homens com "melhores genes"

  diferentes tipos
Mulheres escolhem homens de diferentes tipos

Que aspectos determinam que as mulheres escolhem homens de diferentes tipos, dependendo do tempo desejando que este relacionamento durar?


Mulheres escolhem homens de diferentes tipos, dependendo de quanto tempo eles querem que seu relacionamento com a última, mas essa determinação está condicionada à determinadas questões sociais , de acordo com um estudo publicado na revista "Personality and Individual Differences '.

Melhores genes vs. receita 

Quando se trata de curto - relacionamentos de longo prazo, as mulheres são atraídas para os ' melhores genes "(sex appeal, manliness, etc.), enquanto que por muito tempo - termo relações se concentrar mais em aspectos materiais , tais como nível de renda ou investimento na relação: realizar que vários cientistas têm chamado "dual emparelhamento ' . No entanto, esta hipótese até agora não tinha tido em conta os aspectos sociais. Para saber como esses fatores influenciam o comportamento feminino, uma equipe de cientistas da Universidade de Warwick, no do Reino Unido, pediu a um grupo de cerca de 500 mulheres heterossexuais na Índia e no Estados Unidos a fazer uma descrição do marido perfeito e masculino para eles iriam optar por fazer sexo ocasionalmente. Após a análise dos resultados do inquérito membro com base em seu sócio-sexualidade (na medida em que são susceptíveis de sustentar qualquer sexo sem compromisso), os pesquisadores concluíram que o tipo de casal que escolher depende de sua liberação sexual.

Assim, as mulheres americanas conheceu o perfil definido pela "dupla de acasalamento", mas as mulheres na Índia, que vivemos em uma sociedade muito mais conservadora, eles não apresentaram diferença significativa entre os homens que preferiam como cônjuges ou parceiros casuais.

Cassação da chapa Dilma-Temer: As cabeças do TSE

  TSE
Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE

Veja quem são os ministros que vão julgar a ação de cassação da chapa Dilma/Temer


Quem são os sete ministros que vão decidir o futuro do governo Temer ao julgar uma inédita ação cujas de consequências inéditas na história da Justiça Eleitoral? E quem é o ministro que relata o processo e que, nas últimas semanas, tem colhido depoimentos que já provocam prejuízos políticos para o governo de Michel Temer?
O Tribunal Superior Eleitoral exerce um protagonismo público de dois em dois anos, quando organiza o processo eleitoral e julga processos contra candidatos suspeitos de compra de votos ou acusados de financiar irregularmente suas campanhas.
Os ministros do próprio TSE costumam lembrar um retrospecto: nunca, na história do TSE, foi cassado pela Justiça Eleitoral um prefeito de uma grande cidade ou o governador de um estado protagonista. Daí se tira a importância da decisão que será submetida aos sete ministros: a possibilidade de impugnação da chapa presidencial vencedora.
O TSE reúne, conforme determina a Constituição, ministros do Supremo Tribunal Federal, do superior Tribunal de Justiça e advogados indicados pelo STF e nomeados pelo presidente da República. A composição eclética mudou desde o início do processo e mudará novamente neste primeiro semestre.
RELATOR
Herman Benjamin, 59 anos
Corregedor Geral da Justiça Eleitoral
Ministro do Superior Tribunal de Justiça
Assumiu a relatoria das ações de cassação em setembro de 2016. Seu mandato na corte termina em outubro de 2017. O ministro já indicou que pretende levar o caso a julgamento antes do fim de seu mandato na corte, em outubro de 2017. Nos bastidores, advogados que acompanham o caso dizem que há sinais de que Herman deve pedir a cassação da chapa, sem separar as condutas de Dilma e Temer, como reivindica o peemedebista. O ministro fez questão de acompanhar diretamente os depoimentos e tem uma postura discreta na ação. Costuma afirmar que esse é “o maior processo na minha história como juiz”.
Na tentativa de evitar um pedido de vista, o relator já anunciou que vai liberar o relatório – que traz os principais pontos da investigação – com dez dias de antecedência para os colegas.
No STJ, o ministro faz parte da 2ª Turma, que é responsável por ações de direito público. O ministro também é relator da Operação Acrônimo, que investiga esquema de corrupção envolvendo recursos públicos e abastecimento de campanhas eleitorais, que tem como um dos alvos o governador de Minas Fernando Pimentel. Benjamin tem forte atuação no direito ambiental e em relação à defesa do consumidor.
MINISTROS DO STF
Gilmar Mendes, 61 anos 
Presidente do TSE 
Foi a partir do voto do ministro que o TSE abriu em outubro de 2015 a investigação contra a chapa, quando Dilma ainda era presidente. Inicialmente, a ação foi rejeitada de, em decisão individual, pela ex-ministra do TSE Maria Thereza de Assis Moura, que não viu elementos que justificassem a apuração. Mendes é um dos ministros mais críticos à gestão do PT. O ministro foi relator do processo de prestação de contas da campanha de Dilma Rousseff e pediu uma série de investigações de gráficas que receberam recursos sob suspeitas de serem laranjas e não terem capacidade para prestar os serviços. Já indicou que pode ser favorável à tese de que é possível separar responsabilidades de Dilma/ Temer. No STF, Mendes é o presidente da 2ª Turma, responsável pelo julgamento da maioria dos casos da Lava Jato.
Luiz Fux, 63 anos 
Vice-presidente do TSE
O ministro também votou pela investigação da chapa Dilma/Temer. Fux já declarou que considera possível dividir as responsabilidades da campanha para haver julgamentos separados de Dilma e Temer, esse é o principal pedido da defesa do peemedebista. “Tendo em vista preceito constitucional de que a pena não passa da pessoa do infrator, eu acho que não é irrazoável separar as contas prestadas”, afirmou em outubro de 2016. Foi indicado por Dilma para o STF. No STF, é integrante da 1ª Turma e relator de inquéritos que são desdobramentos da Lava Jato.
Rosa Weber, 68 anos
A ministra é relatora de ações que pedem a investigação do PT e PP por suposto envolvimento com a Lava Jato – os processos podem levar a cassação do registro das legendas. A ministra costuma ser sucinta em seus votos no STF e  SE e mantém postura discreta, sem conceder entrevistas. Rosa Weber sempre atuou na área trabalhista e foi indicada por Dilma para o STF.
MINISTRO DO STJ
Napoleão Nunes Maia Filho, 71 anos
É ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) desde 2007 e vice-decano do tribunal. No currículo, o ministro tomou uma decisão polêmica permitindo que advogados do filho do ex-senador José Sarney, o empresário Fernando Sarney, tivessem acesso ao inquérito sigiloso da Polícia Federal, que apurava indícios de movimentação ilegal de dinheiro da família.
No STJ, é integrante da 1ª Seção, que atua na área de direito público, tratando de questões como impostos, previdência, servidores públicos, indenizações do Estado, improbidade
 É autor de várias publicações sobre Direito Civil, Constitucional e Processual, além de livros de poemas. Também é integrante da Academia Cearense de Letras.
ADVOCACIA
Henrique Neves, 51 anos**
É apontado por advogados que circulam no TSE como um dos ministros mais preparados tecnicamente, sendo bem conhecedor da jurisprudência da Corte. Votou a favor da abertura da investigação da chapa Dilma/Temer.  Está no tribunal desde 2008, quando foi nomeado para ser ministro substituto na classe de juristas.  Especialista em direito eleitoral, é autor do livro “Lei das Eleições: Interpretada pelo Tribunal Superior Eleitoral”.
** O mandato do ministro termina no dia 16 de abril. O STF indicou à Presidência da República uma lista tríplice: Admar Gonzaga e Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, ambos que já ocupam vagas de ministros substitutos na Corte Eleitoral, e Sérgio Banhos. Pela tradição, Gonzaga deve ser indicado. Gonzaga começou a atuar como ministro substituto do TSE em junho de 2013 e foi reconduzido ao cargo em 2015. 
Ele chegou ao tribunal com indicação da ex-presidente Dilma Rousseff, sendo que ele atuou na área jurídica da campanha presidencial da petista. Gonzaga ainda foi advogado responsável pela criação do Partido Social Democrático, do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, tendo ainda trabalhado com o DEM.
Luciana Lóssio, 42 anos**
Foi a primeira mulher a ocupar a cadeira de ministra em uma das duas vagas destinadas a advogados no tribunal. Ela foi contra a abertura da ação para investigar a chapa Dilma/Temer. Argumentou que uma ação eleitoral não pode durar mais de um ano na Justiça Eleitoral para não ferir a estabilidade necessária para o governante administrar. A ministra foi indicada por Dilma, tendo atuado na área jurídica da campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) e também advogou para o ex-governador José Roberto Arruda, então no DEM, e para Roseana Sarney (PMDB). Ela chegou ao TSE com a quebra de uma tradição, quando a petista não reconduziu Joelson Dias e escolheu a terceira colocada na lista tríplice.
** O mandato da ministra termina em 5 de maio de 2017. A expectativa é de que a vaga fique com Tarcisio Vieira de Carvalho Neto. Ele chegou ao TSE na cadeira de substituto em fevereiro de 2014, também com aval de Dilma e  já trabalhou com o ministro do STF Marco Aurélio Mello na Suprema Corte e na própria Corte Eleitoral.
O QUE PESA CONTRA A CHAPA NO TSE
PF 
A Polícia Federal concluiu que parte do dinheiro destinado à campanha da chapa Dilma Rousseff (PT)/ e Michel Temer (PMDB) foi desviado e direcionado a pessoas físicas e empresas para “benefício próprio ou de terceiros”.
Foram encontrados indícios de irregularidades nas gráficas Rede Seg Gráficas, a VTPB Serviços Gráficos e a Focal Confecção e Comunicação, que receberam R$ 56 milhões da chapa. De acordo com as investigações da PF, as gráficas movimentavam dinheiro da campanha por meio de laranjas e empresas subcontratadas. A PF afirma que elas não tinham capacidade para prestar o serviço
DEPOIMENTOS 
Financiamento
Em depoimento ao TSE, Marcelo Odebrecht, herdeiro e ex-presidente do grupo, afirmou que 80% das doações para a campanha presidencial de Dilma Rousseff tiveram como origem o caixa 2. Marcelo apontou que o valor acertado para a campanha presidencial do PT de 2014 foi de R$ 150 milhões.
Odebrecht admitiu jantar no Palácio do Jaburu, residência do então vice-presidente Michel Temer, no qual teria sido fechado doação para a campanha de 2014. Nesse encontro, estavam Temer, Eliseu Padilha (atual ministro da Casa Civil) e Claudio Melo Filho, relações institucionais da empresa.
Marcelo Odebrecht disse que a reunião no Jaburu foi um “shake hands”. Afirmou que emprestou apoio político, mas que ele e Temer não estavam à mesa quando Padilha e Cláudio Melo falaram do pagamento de R$ 10 milhões.
Apoio
A fala de outro delator da Odebrecht à Justiça Eleitoral pode complicar o julgamento do presidente Michel Temer nas ações de cassação da chapa Dilma/Temer no TSE.  O ex-diretor da Odebrecht Ambiental Fernando Reis afirmou que o PDT recebeu R$ 4 milhões para apoiar e compor a coligação da chapa que venceu as eleições de 2014.
Segundo advogados que acompanham o TSE a fala pode representar preocupação para a defesa de Temer. Isso porque o tribunal tem considerado que a compra de apoio político pode representar abuso de poder econômico, umas das acusações da ação proposta pelo PSDB. Nessa linha, Temer acabou sendo beneficiado pelo acerto envolvendo o PDT.

Márcio Falcão - Brasília/Jota.Info                                

Cortes Superiores: STF cassa liberdade em caso idêntico ao do goleiro Bruno


Ministros rejeitaram tese encampada por Marco Aurélio Mello


O julgamento de um caso praticamente idêntico ao do goleiro Bruno na semana passada pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) indica que a liberdade do jogador está com os dias contados. Na última terça-feira (7/3), os ministros da Turma derrubaram liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello em maio de 2016 no Habeas Corpus 118.770 impetrado por uma pessoa condenada a 25 anos de prisão em Tribunal de Júri de Ibiúna (SP) por ter matado duas pessoas a tiros. Os argumentos utilizados pelo ministro Marco Aurélio para determinar a liberdade neste caso são rigorosamente os mesmos usados na liminar em favor do goleiro Bruno. A condenação do Júri foi proferida em 2006, quando determinou-se que o condenado deveria aguardar preso o julgamento da apelação. Ele apelou da decisão ao TJ-SP que, no entanto, não chegou a analisar o caso. “Hoje, sem culpa formada, o paciente está preso há 9 anos, 5 meses e 21 dias. Surge o excesso de prazo”, argumento Marco Aurélio Mello. “A preventiva há de fazer-se balizada no tempo. Privar da liberdade, por prazo desproporcional, pessoas cuja responsabilidade penal ainda não veio a ser declarada em definitivo viola o princípio da presunção da não culpabilidade”. No caso Bruno, os argumentos do ministro Marco Aurélio foram no mesmo sentido: “A esta altura, sem culpa formada, o paciente está preso há 6 anos e 7 meses. Nada, absolutamente nada, justifica tal fato. A complexidade do processo pode conduzir ao atraso na apreciação da apelação, mas jamais à projeção, no tempo, de custódia que se tem com a natureza de provisória”. Bruno Fernandes foi condenado em 2013 a mais de 22 anos pelo Tribunal de Júri de Contagem (MG) pela morte e ocultação de cadáver de Eliza Samúdio. Ele apelou ao TJ-MG que, até hoje, não analisou o caso. No final de fevereiro, foi posto em liberdade em razão de liminar concedida monocraticamente pelo ministro Marco Aurélio. Primeira Turma Na sessão da última terça-feira, o ministro Luís Roberto Barroso apresentou voto divergente ao entendimento do colega Marco Aurélio Mello no caso de São Paulo, sendo seguido pelos demais ministros (Leia a íntegra do voto do ministro Barroso). Para Barroso, não há ilegalidade na prisão preventiva, mesmo sem a análise da apelação pelo Tribunal de Justiça, pois a Constituição de 1988 prevê competência do Tribunal de Júri nos crimes dolosos contra a vida, garantindo soberania dos vereditos, “a significar que os tribunais não podem substituir a decisão proferida”. “A presunção de inocência é princípio (e não regra) e, como tal, pode ser aplicada com maior ou menor intensidade, quando ponderada com outros princípios ou bens jurídicos constitucionais colidentes. No caso específico da condenação pelo Tribunal do Júri, na medida em que a responsabilidade penal do réu já foi assentada soberanamente pelo Júri, e o Tribunal não pode substituir-se aos jurados na apreciação de fatos e provas (CF/1988, art. 5º, XXXVIII, c)”, argumentou Barroso. “O princípio da presunção de inocência adquire menor peso ao ser ponderado com o interesse constitucional na efetividade da lei penal, em prol dos bens jurídicos que ela visa resguardar (CF/1988, arts. 5º, caput e LXXVIII e 144)”. Barroso, ao tratar do caso de São Paulo, observou que a prisão não é ilegal por dois motivos: “A sentença condenatória demonstrou a real necessidade de garantia da ordem pública, ante a periculosidade concreta do agente. Afinal, trata-se de réu condenado a 25 anos de reclusão, por dois homicídios qualificados contra vítimas diferentes (…)” e; A decisão condenatória proferida pelo Tribunal de Júri pode ser executada prontamente, pelos motivos expostos acima. [argumentos constitucionais. Ao fim, ao determinar o não conhecimento do habeas corpus, Barroso fixou a seguinte tese no julgamento: “A prisão de réu condenado por decisão do Tribunal do Júri, ainda que sujeita a recurso, não viola o princípio constitucional da presunção de inocência ou não-culpabilidade.” A tese se amolda exatamente ao caso do goleiro Bruno. Assim, se a Turma for levada a julgar o mérito da decisão em favor do jogador ou se houver pedido do Ministério Público, Bruno pode retornar à cadeia. 

 Felipe Seligman - Boston (EUA)/Jota.Info

Lindas imagens! Astronauta fotografa aurora boreal e pirâmides do Egito do espaço

 aurora boreal e pirâmides do Egito do espaço
Aeroporto de Toulon Hyeres, na França (Foto: Thomas Pesquet/Twitter/@Thom_astro)

Thomas Pesquet está em missão de 6 meses pela Agência Espacial Europeia (ESA).


O astronauta Thomas Pesquet, em missão de seis meses na Estação Espacial Internacional (ISS), conseguiu capturar do espaço imagens das pirâmides do Egito e da aurora boreal neste final de semana. Ele tenta atender aos pedidos de seus seguidores no Twitter, que enviam sugestões de novas imagens do planeta Terra. Pesquet é francês, tem 39 anos, e foi selecionado como membro da Agência Espacial Europeia em 2009. Antes disso, ele também trabalhou na Agência Espacial Francesa (CNES) e foi piloto de aviões da companhia aérea Air France. Veja outras fotos feitas por Pesquet:

"Finalmente!", disse ao conseguir fotografar as pirâmides do Egito (Foto: Thomas Pesquet/Twitter/@Thom_astro)

Ele fotografou a cidade de Maselha, na França, e diz que é um de seus destinos favoritos (Foto: Thomas Pesquet/Twitter/@Thom_astro)

Erosão do vento no deserto do Saara vista de cima (Foto: Thomas Pesquet/Twitter/@Thom_astro)

Geleiras dos Alpes, fotografadas neste domingo (12); Pesquet chama a atenção para indícios de degelo (Foto: Thomas Pesquet/Twitter/@Thom_astro)

Nesta imagem, o astronauta disse que ficou resguardado em sua nave por dois dias, mas se surpreendeu ao olhar para fora (Foto: Thomas Pesquet/Twitter/Thom_astro)
AGÊNCIA ESPACIAL EUROPEIA (ESA)

Violência desenfreada! Bandidos invadem baile funk e matam cinco pessoas em cidade nordestina

  cinco pessoas em cidade nordestina
Eriely Amanda, de 21 anos, foi uma das vítimas da chacina em Mossoró (Foto: Reprodução / Facebook)

Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte


Criminosos armados invadiram um baile funk, em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte, e mataram cinco pessoas. Pelo menos outras cinco pessoas ficaram feridas. A chacina aconteceu no final da noite deste sábado (11). A polícia ainda investiga o que pode ter motivado o ataque no clube. As vítimas estavam no evento, chamado de “Primeiro Baile de Favela”, no bairro Boa Vista, quando os bandidos chegaram, entraram e começaram a atirar. Houve correria e outras pessoas acabaram baleadas ou feridas. Os mortos foram: Eduardo Nunes Farias, de 19 anos; Eriely Amanda de Souza Neves, de 21 anos; Israel Gomes Bezerra, de 19 anos; Kaynan Gomes, conhecido como “Mc Kay”, de 16 anos; e Jocie Morais da Fonseca, de 20 anos. Inicialmente, a polícia havia divulgado que o DJ que tocava na festa tinha morrido no Hospital Regional Tarcísio Maia, mas, na manhã deste domingo (12), a informação foi corrigida. O DJ está entre os feridos e a vítima que morreu no hospital foi Jocie Morais. Entre os outros mortos, a jovem Eriely Amanda foi atingida por um tiro de espingarda na cabeça. Ela tinha sido mãe no final do ano passado. Kaynan Gomes ainda tentou correr, mas caiu morto próximo ao portão de acesso ao local do evento. Eduardo Nunes também tentou correr para se salvar, no entanto, foi perseguido e morto nas imediações do clube. Fonte: G1

Kaynan Gomes, Eduardo Nunes e Israel Gomes
foram baleados e morreram no local (Foto:
Reprodução / Facebook)

Sinais de violência: “Fizeram maldade com meu filho”, desabafa pai de menino encontrado morto na Bahia

  encontrado morto na Bahia
Sinais de violência: “Fizeram maldade com meu filho”, desabafa pai de menino encontrado morto na Bahia

Não confiasse em estranhos


Quando esteve com o filho pela última vez, há 12 dias, o fotógrafo Ivan Pedro Gomes Pedreira, 44 anos, pediu que o pequeno Ivan Pedro Filho, 13, não confiasse em estranhos. O pai acredita que a criança, encontrada morta em um riacho, nesta quinta-feira (9), em Campinas de Pirajá, foi conduzida à morte. “Fizeram maldade, perversidade com ele. Ainda não podemos afirmar quem e o porquê, mas se ficar provado, vou querer justiça”, disse ao CORREIO, com os olhos marejados. O garoto desapareceu na quarta-feira (8), após sair da escola – localizada no mesmo bairro. Para o fotógrafo, que esteve no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), na manhã desta sexta-feira (10), realizando o processo de liberação do corpo, a criança não sofreu um afogamento como, a princípio, a família havia presumido. “Eu não tive como me aproximar dele lá no local, era de difícil acesso, um matagal. Eu não vi, a polícia não deixou, mas já soube que ele tinha sinais de violência, as pessoas disseram”, informou, completando que a mochila com os pertences do filho foi encontrada próximo ao corpo. Inconformado, Ivan contou o quanto ele e o garoto eram apegados. A bênção e o beijo, ao chegar e ao sair, eram indispensáveis sempre que se viam, segundo o pai. A separação da mãe da criança, há oito anos, não foi um empecilho para que estivessem sempre juntos, garantiu Pedreira, que passou a morar em Campinas de Pirajá, bairro vizinho a Marechal Rondon, onde Ivan Filho morava com a mãe e outros quatro irmãos, sendo ele o do meio. “É muito perto, a gente estava sempre junto. Eu, meu filho de outro casamento, ele e os outros três filhos que tenho com a mãe dele”, lembra. Ao chegar ao IML, o tio da criança, o motorista Carlos Junior, 44, disse que o afogamento era a única hipótese conhecida pelos familiares, pois, segundo ele, a polícia ainda não entrou em contato oficialmente para falar sobre qualquer outra possibilidade. A família decidiu que Ivan não tinha condições de ver o corpo do filho e delegou a Carlos a missão de reconhecer o sobrinho. “É sempre um choque. Eu não sei, não sou perito, mas ele está irreconhecível. Não sei se o tempo que ele passou na água foi suficiente para fazer aquilo”, lamentou, acrescentando que a criança estava deformada. O estado do corpo do garoto causou estranhamento também para outra tia, a aposentada Suzana Leal, 62, que acompanhou o reconhecimento. “Eu não sei, mas para nós vai ser uma grande surpresa se ele tiver sido vítima de violência. Eu espero que realmente tenha sido um acidente”, pontuou. De acordo com a aposentada, a família mora no mesmo bairro há mais de 30 anos e não tem inimigos. “Não temos problemas com ninguém. Todo mundo gostava muito dele, era querido e conhecido em Marechal. Se tratando de criança, ele pode ter ido ao rio com colegas, não sei”, ponderou. Um mistério. É assim que madrinha do menino, a correspondente bancária Marlucia Lago, 47, resume as circunstâncias da morte do afilhado. “Estamos realmente muito abalados, mas não podemos, porém, afirmar nada ainda. Vamos esperar o resultado do laudo”, afirmou. Ela disse que foi escolhida como madrinha pela própria criança. “Ele era maravilhoso, tranquilo, educado e meigo. Nasceu e, quando começou a falar, me escolheu”, recorda. A mãe do menino, que é dona de casa, está sob os efeitos de tranquilizantes, segundo Marlucia. 

 Desaparecimento 

 Conforme a família, Ivan Filho era aluno do 6º ano do Colégio Estadual Artur de Sales e, na quinta-feira (9), saiu de casa, por volta de 7h, para ir à aula. O menino foi orientado pela mãe a sair do colégio e ir para a casa da avó, no mesmo bairro. “Ela precisou sair para resolver umas coisas, mas aí ele não chegou lá. Fomos à escola e informaram que a aula terminou às 10h, isso já era mais de meio dia”, contou o pai. Já à tarde, ainda sem notícias do filho, Pedreira saiu com outros familiares espalhando cartazes com a foto da criança e números para contato. À altura, as horas de desaparecimento já eram proporcionais à angústia da família – que soube, por conhecidos, que o estudante foi visto em uma lan house, dentro do Condomínio Parque de Campinas, próximo ao lugar onde foi encontrado morto. “O pessoal da lan house falou que meu filho esteve lá com outras duas crianças da mesma escola, aparentemente da idade dele, onde ficaram até 14h. Também disseram que, por volta de 17h, ele passou acompanhado de um homem aparentando ter 20 anos, foi só o que soubemos”, disse o fotógrafo, que, no dia seguinte ao sumiço, esteve no colégio em busca das duas crianças que teriam sido vistas com o garoto. De acordo com ele, a mãe de um deles informou na escola que o filho estava doente e não poderia ir à aula e o outro garoto também não foi localizado. A família decidiu, então, registrar o desaparecimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba. “Por volta de 10h de ontem [quinta-feira], já estava lá quando alguém ligou pro meu celular – eu tinha divulgado o número no cartaz – avisando que um corpo havia sido encontrado em um lago, em uma área de matagal”, recorda. Ivan se dirigiu ao local mas foi impedido pela polícia de se aproximar. Para ele, o momento foi o mais difícil da vida. “Foi um choque. Meu filho estava todo bom, saudável, é triste”, acrescenta. O laudo cadavérico, capaz de revelar as causas da morte, deve ficar pronto de 30 a 60 dias, segundo informou o Departamento de Polícia Técnica (DPT). “Infelizmente, é aguardar esse tempo para saber o que realmente aconteceu com ele”, completou o pai. O estudante vai ser enterrado nesta sexta-feira, às 16h30, no Cemitério Campo Santo, na Federação. O caso está sendo investigado pela 4ª Delegacia (São Caetano).

Dor e sofrimento: Sertanejos são expulsos de suas casas por conta da maior seca dos últimos 107 anos

  por conta da maior seca dos últimos 107 anos
Estiagem prolongada


A dor do sertanejo


Moradores de municípios do Agreste e do Sertão de Alagoas estão abandonando suas casas, na zona rural, para fugir da seca que castiga gravemente as duas regiões, em razão da falta de chuva. Diferente do que ocorreu em décadas passadas, quando os retirantes eram pessoas muito pobres, agora o fenômeno climático atinge pequenos e médios produtores rurais que perderam tudo com a estiagem que está sendo considerada a pior prolongada da história desde o ano de 1910. Na Região Nordeste, mais de 600 municípios já decretaram situação de emergência. Em Alagoas, 77 prefeitos decretaram emergência e 48 tiveram o reconhecimento por parte do governo federal. Em algumas cidades do Sertão não chove há quase dois anos. Por conta disso, o êxodo rural cresce a cada dia em municípios como Monteirópolis, Palestina, Olivença e São José da Tapera, no Semiárido alagoano. Acostumados com o trabalho no campo e na criação de pequenos animais, centenas de sertanejos alagoanos viram-se obrigados a largar tudo e buscar oportunidades de emprego em cidades do Sudeste e Sul do Brasil. O governo de Alagoas lançou, no início deste ano, a segunda etapa da Operação Água é Vida, o maior programa de enfrentamento à estiagem no Estado. Estão sendo perfurados mais 200 poços tubulares profundos e mais de 100 carros-pipas disponibilizados para atender emergencialmente os municípios que se encontram em situação de emergência. Mas a falta de chuvas continua castigando as famílias de camponeses que vivem em cidades do Agreste e do Sertão de Alagoas. Mais esforços No próximo dia 13 de março, na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), em Maceió, o ministro Helder Barbalho participará de uma reunião com os prefeitos de Alagoas a convite do senador Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado. A pauta da reunião será marcada pelo debate em torno das medidas do ministério junto ao governo Renan Filho no combate aos efeitos da seca, a atuação de programas de desenvolvimento regional e um panorama sobre projetos de infraestrutura hídrica e irrigação no tocante às barragens, açudes e adutoras, além do andamento dos projetos do Canal do Sertão. Há uma expectativa que em breve, o ministro Helder Barbalho assine a ordem de serviço para o início do trecho 5 do Canal do Sertão alagoano, orçado em cerca de R$ 400 milhões e com recursos já assegurados pelo senador Renan Calheiros junto ao presidente da República. *Com informações do Diário de Arapiraca

Ousado: Idoso é detido ao ser flagrado fazendo fotos debaixo de saia de mulher casada com smartphone

  saia de mulher casada com smartphone
Ousado: Idoso é detido ao ser flagrado fazendo fotos debaixo de saia de mulher casada com smartphone - Imagem ilustração

Invasão de privacidade


Logo após o Dia Internacional da Mulher, um homem de 71 anos foi detido no Metrô do Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (10), ao ser flagrado tirando fotos com o smartphone por debaixo da saia de uma passageira que estava sentada à sua frente. O biólogo Diego Dias Lima, que viajava em pé ao lado do suspeito, o interpelou, pegou o aparelho e acionou a segurança do metrô, na estação Estácio. O caso foi registrado na 6ªDP (Cidade Nova).

Segundo Diego, o idoso se aproveitava da distração da passageira que estava ao celular, baixava seu smartphone e fazia as fotos, tentando pegar imagens do meio das pernas da vítima. Ao ser interpelado, o idoso chegou a apagar as fotos. Mas elas foram recuperadas na pasta Apagadas, do aparelho. Outros passageiros ficaram revoltados. “Quando chegamos no Estácio, chamei a segurança e junto com a PM viemos para a delegacia. Ele primeiro negou, depois disse que foi sem querer, que foi sem maldade. Mas se eu naontivesse interferido, ele teria continuado”, disse o biólogo. A vitima, uma técnica judiciária de 34 anos, casada, que está de licença maternidade, disse que ficou chocada e sem ação. Ela contou que estava sentada normalmente, quando foi flagrada pelo homem. “A sensação é de nojo, isso é doença. É inadmissível que isso Ainda aconteça em pleno século 21. A gente se sente invadida. Tive a sorte de ter sido ajudada. Estou tão chocada, constrangida, não saberia como agir,” contou a vítima na delegacia.



Bahia: Vídeo impressionante mostra explosão de lanchonete no centro de Juazeiro

  lanchonete no centro de Juazeiro

Os juazeirenses ainda estão chocados com incidente da explosão na noite deste sábado (11) da Loja Saboreie na Orla de Juazeiro. Um cheiro forte de gás foi sentido pouco antes da grande explosão que destruiu toda loja. As causas ainda estão sendo investigadas, mas tudo indica que tenha acontecido vazamento de gás GLP. Após perceberem o cheiro forte a loja foi evacuada, o que evitou uma tragédia, e o incidente não registrou feridos. Um vídeo em que retrata o momento exato da explosão. Confira:

Veja como estão nos dias atuais os protagonistas do filme “A Lagoa Azul” - o tempo voa...



Pensou em clássico da ‘Sessão da Tarde’, pensou ‘A Lagoa Azul‘. O filme que encantou as tardes de gerações volta de vez em quando para encher de nostalgia o público mais saudosista.



Lançado há 37 anos, em 1980, o filme contou a história de Emmeline e Richard, duas crianças sobreviventes de um naufrágio que crescem e descobrem o amor e o sexo sozinhos em uma ilha. Confira como estão os protagonistas em fotos recentes: Christopher Atkins – Richard (56 anos)

Christopher Atkins, o Richard de A Lagoa Azul

Christopher Atkins, o Richard de A Lagoa Azul

Christopher Atkins, o Richard de A Lagoa Azul

Christopher Atkins, o Richard de A Lagoa Azul
 Christopher Atkins, o Richard de A Lagoa Azul


Brook Shields, a Emmeline de A Lagoa Azul

Brook Shields, a Emmeline de A Lagoa Azul

Brook Shields, a Emmeline de A Lagoa Azul

Comportamento: Conceituada pesquisa revela que mulheres veem mais pornografia no celular do que homens

  mais pornografia no celular do que homens
Comportamento: Conceituada pesquisa revela que mulheres veem mais pornografia no celular do que homens

Quando o assunto é pornografia , os homens ainda são os maiores consumidores. Entretanto, pesquisa recente mostra que se o recorte for pornografia no celular ou em aparelhos móveis, as mulheres estão disparadas na liderança. De acordo com dados levantados pelo site “PornHub” e compartilhados em uma reportagem do jornal britânico “Mirror”, 80% do tráfego de pornografia no celular ou aparelhos móveis vem de mulheres. Os aparelhos portáteis são a fonte preferida para assistir a esse tipo de conteúdo, independente do sexo. Do total de acessos, 72% têm como origem celulares, smartphones o tablets. Os 28% restantes são referentes a desktops. Os dados da pesquisa se referem a fevereiro de 2017. Até esse mês, das mulheres que assistiam à pornografia, 71% usaram smartphones para isso e apenas 8% escolheram tablets. No grupo que usa os celulares, a maioria é composta por jovens e adultas – 78% delas têm idades que variam de 18 a 34 anos.


Tragédia na região sudoeste da Bahia! Batida entre caminhão e carro deixa 4 mortos carbonizados na BR-116

 deixa 4 mortos carbonizados na BR-116 -
Tragédia na região sudoeste da Bahia! Batida entre caminhão e carro deixa 4 mortos carbonizados na BR-116 -

Entre os municípios de Jequié e Manoel Vitorino


Quatro pessoas morreram carbonizadas neste sábado (11) após uma batida envolvendo um veículo de passeio e um caminhão carregado de combustível em uma curva no Km-696 da BR-101, entre os municípios de Jequié e Manoel Vitorino, na região sudoeste da Bahia. De acordo com a PRF, o carro de passeio pegou fogo e nenhum dos ocupantes conseguiu sair do veículo. Após resgate do Corpo de Bombeiros, as vítimas foram encaminhadas para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), em Jequié. Apesar do impacto, o caminhão carregado de combustível não chegou a explodir e não há registro de feridos no veículo. O acidente provocou um congestionamento de cinco quilômetros nos dois sentidos da BR-116. O trecho ficou interditado até as 13h30, quando o fogo foi controlado e os veículos retirados para liberação do tráfego. As circunstâncias da batida ainda estão sendo apuradas. O carro que pegou fogo tinha placa de Diadema, município do estado de São Paulo. A identidade das vítimas ainda não foi divulgada.


Obscuro: Ex-assessor de Trump trocou mensagens com suspeito de hackear emails democratas

  suspeito de hackear emails democratas
Foto: White House

Um consultor político e ex-assessor de campanha do presidente Donald Trump disse ter se comunicado no ano passado com um indivíduo envolvido na invasão de emails do Comitê Nacional do Partido Democrata. Porém, em entrevista ao The Washington Times, o consultor Roger Stone disse que as trocas de mensagens privadas via Twitter com "Guccifer 2.0" foram tão "superficiais, breves e banais" que ele tinha se esquecido do assunto. No ano passado, emails dos democratas foram publicados por uma pessoa conhecida online como Guccifer 2.0. Autoridades norte-americanas acreditam que esse indivíduo tenha ligações com a Rússia. Mais tarde, emails roubados da chefe da campanha de Hillary Clinton foram divulgados pelo website Wikileaks. O governo dos EUA concluiu que a invasão dos emails foi orquestrada pela Rússia numa tentativa de influenciar o resultado da eleição presidencial. A admissão de Stone de que esteve em contato, mesmo que breve, com Guccifer pode representar mais problemas para Trump. O FBI e as comissões de Inteligência da Câmara e do Senado estão investigando possíveis ligações entre a campanha de Trump e a Rússia. O presidente disse não ter conhecimento de comunicações entre sua equipe e a Rússia durante a campanha. Recentemente, Trump demitiu o assessor de Segurança Nacional Michael Flynn após a revelação de que ele não tinha sido direto sobre seus contatos com o embaixador russo nos EUA. Em email enviado na quinta-feira ao The Washington Times, Stone negou ter tido qualquer tipo de contato com o governo russo, agentes da inteligência russa ou qualquer um falando em nome dos russos ou agindo como intermediário dos russos. por Estadão Conteúdo

Casa Civil "azarada": Eliseu Padilha tinha 4 senhas para receber caixa 2 da Odebrecht

  caixa 2 da Odebrecht
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, recebeu da Odebrecht pelo menos quatro senhas para o pagamento de caixa 2 ao PMDB, segundo informou o ex-executivo José de Carvalho Filho em depoimento prestado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta sexta-feira (10), de acordo com fontes. As senhas eram as seguintes: Foguete, Árvore, Morango e Pinguim. Como revelou neste sábado (11) o Estado, Carvalho afirmou ao TSE que Padilha intermediou o pagamento de caixa 2 para o PMDB. Segundo fontes informaram à reportagem, Padilha teria acertado locais de entrega do dinheiro da empreiteira mediante senhas trocadas com o ex-executivo. O valor total destinado ao PMDB chegou a R$ 5 milhões, dos quais R$ 500 mil teriam sido destinados ao então deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo o Estado apurou, José de Carvalho Filho procurou o peemedebista para solicitar os endereços onde seriam entregues as quantias. Padilha teria fornecido os endereços repassados para a ex-secretária Maria Lúcia Tavares, que atuava no setor de propina da Odebrecht. Era Maria Lúcia a responsável por criar senhas que seriam entregues posteriormente por José de Carvalho a Padilha. José de Carvalho afirmou que, para entregar as senhas, esteve com Padilha pelo menos quatro vezes. O ex-executivo da Odebrecht trabalhava na equipe do ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho. Os repasses da Odebrecht ao PMDB teriam ocorrido nas seguintes datas: 13/08/2014 (R$ 1,5 milhão, senha: foguete); 02/09/2014 (R$ 1 milhão, senha: árvore); 04/09/2014 (R$ 1 milhão; senha: morango), 10/09/2014 (R$ 1 milhão, não constaria a senha); 30/09/2014 (R$ 500 mil, senha: pinguim). De acordo com José de Carvalho Filho, um dos locais indicados por Padilha foi o escritório de José Yunes, amigo e ex-assessor de Michel Temer. Esse pagamento teria sido realizado no dia 4 de setembro de 2014. Procurado pela reportagem na sexta-feira (10) à noite, o ministro Eliseu Padilha informou que está em repouso por recomendação médica e não se manifestaria sem ter conhecimento do conteúdo. Segundo o Estado apurou, apesar de o depoimento de José de Carvalho Filho trazer novas suspeitas sobre Padilha, o ministro Herman Benjamin, relator da ação que pode cassar a chapa Dilma/Temer no TSE, não deverá intimá-lo para prestar depoimento. Isso porque os fatos narrados não se relacionam diretamente com captação de recursos para a campanha da chapa presidencial, que é o objeto da ação que tramita na Corte Eleitoral. por Rafael Moraes Moura | Estadão Conteúdo

BASTA! Tolerância ZERO contra a Corrupção - Quer Motivos para irmos às ruas ?


  

Governo enlameado! Ex-diretor da Odebrecht delata caixa dois ao senador Aloysio Nunes em 2010

Fotos: Beto Barata/PR

Carlos Armando Paschoal, ex-diretor da Odebrecht, denunciou em sua delação premiada o pagamento de R$ 500 mil por meio de caixa dois para a campanha de Aloysio Nunes (PSDB-SP) ao Senado em 2010. De acordo com a Folha de S. Paulo, o delator disse que o pedido pelo dinheiro foi feito pelo próprio Aloysio e o valor foi entregue em duas ou três parcelas em hotéis na cidade de São Paulo. Em 2010, Aloysio se tornou o senador mais votado da história de São Paulo, com mais de 11 milhões de votos, o equivalente a 30% do total. O parlamentar arrecadou R$ 9,2 milhões na campanha, mas a Odebrecht não aparece entre os doadores. Na última semana, ele foi nomeado ministro das Relações Exteriores. O ex-executivo da empreiteira relatou que Aloysio designou uma pessoa de confiança para combinar o local e senhas para a entrega do dinheiro. Paschoal é um dos 78 delatores ligados a Odebrecht que tiveram os depoimentos homologados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Violência na Bahia: Policial militar é morto durante assalto a ônibus em Feira de Santana

 assalto a ônibus em Feira de Santana
Violência na Bahia: Policial militar é morto durante assalto a ônibus em Feira de Santana

Cadê o plano de segurança governador? Acorda Rui Costa!


O sargento da Polícia Militar da Reserva, Adalberto Santos Silva, 56 anos, foi assassinado a tiros na noite de sábado (11) durante um assalto a ônibus na cidade de Feira de Santana. De acordo com o site Acorda Cidade, o PM reagiu a abordagem dos assaltantes com tiros e foi morto por eles com a própria arma. Três acusados de cometer o crime foram presos. Matheus dos Santos Paiva, 21 anos, Lucas Matias de Oliveira, 19 anos, e Alexandre Santana Oliveira Nascimento, 21 anos, foram presos e encaminhados ao Conjunto Penal de Feira de Santana. Alexandre ficou ferido com os tiros disparados pelo policial, mas teve alta médica ainda na noite deste sábado.

Roubo em todo canto! Após desvio de R$ 15,6 mi, Justiça de SP suspende contrato do Teatro Municipal

 Justiça de SP suspende contrato do Teatro Municipal
Roubo em todo canto! Após desvio de R$ 15,6 mi, Justiça de SP suspende contrato do Teatro Municipal

A Justiça paulista determinou, na quarta-feira (8), a suspensão imediata do contrato de gestão do Teatro Municipal assinado pela Prefeitura de São Paulo com o Instituto Brasileiro de Gestão Cultural (IBGC) e exigiu que a administração do local seja retomada pela gestão do prefeito João Doria (PSDB) até realizar uma nova contratação. O juiz Kenichi Koyama, da 11ª Vara da Fazenda Pública, acolheu parcialmente uma ação civil de improbidade administrativa movida em dezembro passado pelo Ministério Público Estadual (MPE) contra o ex-prefeito Fernando Haddad (PT), três ex-secretários da gestão petista, o ex-diretor da Fundação do Teatro Municipal, José Luiz Herencia, o ex-diretor do IBGC, William Nacked, e o ex-diretor artístico do Teatro, o maestro John Neschling. A Investigação feita pelo MPE e que contou com a delação de Herencia constatou desvio de R$ 15,6 milhões de recursos do Teatro Municipal entre 2013 e 2015. Segundo uma auditoria feita pela própria Prefeitura a pedido de Haddad, o Teatro Municipal tinha um rombo de R$ 28 milhões até o ano passado. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) também apontou irregularidades no contrato e nos pagamentos dos serviços. Após o escândalo vir à tona, a Câmara Municipal de São Paulo instalou uma CPI para apurar o caso e os gestores do Teatro Municipal foram afastados do cargo. Em janeiro deste ano, a gestão Doria, porém, renovou o contrato com o IBGC, assinado por Haddad em 2013, por mais seis meses pelo valor de R$ 60,8 milhões. Para o juiz Kenichi Koyama, a denúncia de corrupção apresentada pelo MPE "está excessivamente palpável na materialidade que o Tribunal de Contas, órgão técnico, não poupou tintas em registrar para desespero e incredulidade paulistana". O magistrado deu prazo de 90 dias para o cumprimento integral da decisão e estabeleceu multa a Doria e ao atual secretário de Cultura, André Sturm. "Estamos diante de delação/versão e prova, que dão para o momento, probabilidade bastante suficiente para censurar os eventos. Há prova inequívoca de violações sistemáticas ocorridas. Tal conjunto represente violação evidente da legalidade restrita administrativa, e de imoralidade administrativa-particular, que macularam o cumprimento do contrato de gestão", afirma o magistrado. As práticas, afirma o juiz, "causaram lesividade aos cofres públicos, sobretudo diante do superfaturamento e da inexecução absoluta ou parcial dos serviços, que em tudo envergonham a sociedade paulistana". Na manhã desta sexta-feira (10), Doria comentou a decisão judicial e afirmou que a cumprirá. "Decisão judicial é para ser cumprida. Vamos cumprir e buscar uma outra organização não governamental", disse o prefeito. "Eu não vejo que a Prefeitura deva administrar o Teatro Municipal. Vamos ter de fazer a escolha de uma ONG capacitada para isso." A reportagem não conseguiu contato com o IBGC. por Estadão Conteúdo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers