sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Funkeira gostosa! Mulher Melancia toma sol com bumbum pra cima e recebe elogios

  bumbum pra cima e recebe elogios
Gostosa! Mulher Melancia toma sol com bumbum pra cima e recebe elogios

De fio-dental, cantora chamou atenção dos fãs em foto compartilhada. 'Não tenho condições de ver suas fotos e ficar tranquilo', escreveu um.


O calor que faz no Rio, animou Andressa Soares, a Mulher Melancia, a tomar sol e renovar o bronze. Usando biquíni fio-dental, a gata deitou na areia da praia com bumbum pra cima e chamou atenção. "Start no fim do semana", escreveu ela na legenda do clique compartilhado nas redes sociais. Nos comentários, os fãs não pouparam elogios. "Não tenho condições dever suas fotos e ficar tranquilo e normal", disparou um. "Queria está por perto para passar óleo nesse corpo escultural", escreveu outro. "Perfeita", resumiu um terceiro. Melancia é daquelas famosas que adoram provocar seus seguidores com publicações cheias de sensualidade. Há alguns dias, ela postou uma foto em que aparecia em casa cozinhando de biquíni. "Quem ainda não almoçou, levanta a mão! Strogonoff, gosto muito", escreveu.


Melancia posta foto cozinhando de biquíni e leva seguidores à loucura

Registro foi parar no Instagram da funkeira


Intolerância religiosa: Estátua de Nossa Senhora é destruída na porta de igreja em Itajá, Goiás

Imagem de Nossa Senhora das Graças foi encontrada destruída, em Itajá (Foto: Dyego Queiroz/G1)

Imagem foi achada quebrada por um casal de fiéis que passava pelo local. Segundo o pároco, câmeras de segurança podem ajudar a identificar autor.


Uma estátua de Nossa Senhora das Graças foi encontrada destruída, na madrugada desta sexta-feira (17), na porta da Igreja São João Batista de Itajá, na região sudoeste de Goiás. De acordo com a paróquia, um casal de fiéis viu a imagem quebrada e chamou a polícia. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil da cidade, que tem pouco mais de 5 mil habitantes. De acordo com o pároco da igreja, o padre Paulo Koppapkal, a estátua tinha pouco mais de um metro, e havia sido instalada na porta do templo, que fica em uma praça de Itajá. “Eu estou muito triste, cada vez piora a situação, o vandalismo e a intolerância estão tirando a tranquilidade das pessoas. A Nossa Senhora tinha sido o presente de uma moradora e colocamos com muito carinho lá, agora vamos ver se a polícia consegue identificar quem fez isso”, disse ao G1. 

 “Agora a polícia nos disse que vai tentar pegar imagens de outro comércio que tem bem próximo, que pode ter pego em um ângulo que identifique quem passou e pode mostrar se foram eles mesmo que quebraram a imagem. Nossa comunidade religiosa lamenta muito este fato, porque pregamos sempre o respeito à fé”, afirmou o padre.O caso aconteceu na noite de quinta-feira (16), na paróquia que fica na Rua Sebastião Borges Freitas, no Centro de Itajá. Segundo o padre, câmeras de segurança de uma casa lotérica que fica na rua registraram três jovens passando pela via momentos antes do casal que encontrou a estátua destruída. No entanto, de acordo com ele, ainda não é possível identificá-los. É muito ruim, em um lugar que é pequeno como Itajá, em que as pessoas vivem em harmonia, ver este tipo de crime desta forma”, disse.

O caso é investigado pelo delegado Caio Martines dos Santos Pereira. O G1 tentou contato com ele, por telefone, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem. Revolta Os moradores afirmam que a notícia sobre a destruição da estátua é um assuntos mais comentados na cidade. A dona de casa Marisa Santos diz que ficou assustada quando soube que a imagem havia sido quebrada. A operadora de caixa Patrícia Vieira, que frequenta a igreja, disse ao G1 que a imagem tinha um valor afetivo grande para a comunidade. “O que ela representa para nós é muito significativo pra ver ela sendo dilacerada desse jeito. É revoltante. A gente espera que encontre quem fez isso para pelo menos entender o motivo de vandalizar um patrimônio, que querendo ou não, é público”, desabafou.

Paróquia São João Batista de Itajá, em Goiás (Foto: Dyego Queiroz/G1)

Abuso sexual: Personal diz que cedeu imóvel para amigo estuprar enteada, afirma polícia

 amigo estuprar enteada, afirma polícia
Padrasto e personal trainer foram presos suspeitos de abusar de garota (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Enquanto padrasto ficou em silêncio, colega negou que tenha cometido crime. Ambos estão presos; áudio pedindo foto íntima motivou denúncia, em Goiás.


A Polícia Civil já ouviu, formalmente, os dois suspeitos de abusar sexualmente de uma garota, de 12 anos, em Caldas Novas, região sul de Goiás. Trata-se do padrasto da menina e de um personal trainer, amigo dele. Segundo o delegado Fernando Barbosa Martins, responsável pelo caso, o primeiro se manteve em silêncio. Já o segundo negou o crime, mas admitiu que emprestou seu apartamento para o colega estuprar a enteada. "Ele [personal] disse que emprestou a chave e foi embora. Afirmou ainda que sabia que os dois mantinham uma relação e chegou a alertar o padrasto. No entanto, ele alegou que não haveria problemas porque o relacionamento dos dois já era de muito tempo e que ninguém descobriria", disse Martins ao G1. As oitivas ocorreram na quarta-feira (15). O responsável pelo caso, no entanto, acredita que o suspeito está mentindo e só teria dito isso para tentar ser inocentado. Na próxima segunda-feira (20), ambos devem ser ouvidos novamente. Segundo as investigações, o crime era praticado há dois anos, mas só foi descoberto em janeiro deste ano, quando a garota foi passar férias na casa do pai biológico, em Nova Crixás, no norte de Goiás, onde ambos estão presos. Na ocasião, ele flagrou o padrasto pedindo fotos íntimas da enteada. Na conversa, o homem cobra insistentemente as imagens: “Manda logo, estou com pressa”. Além dos depoimentos, a polícia também já tem em mãos um laudo psicológico da vítima. 

O documento, que será anexado ao inquérito, traçou um perfil da menina e constata que ela foi estuprada. "Após um pedido meu, a criança foi submetida a uma avaliação. Esse laudo atestou que, conforme sua conduta, a garota foi, de fato, abusada. A forma como ele trata o assunto e os termos usados tem um caráter sexual incompatível com a idade dela", explicou. Ainda conforme Martins, assim que o caso foi descoberto, a polícia sugeriu aos pais da criança que ela começasse a fazer acompanhamento psicológico. O profissional com quem ela se trata foi quem emitiu o documento. "Esse laudo contribui para a investigação e é mais um indício de que ela está falando a verdade", destaca. Chantagem O padrasto, que é vendedor de carros, morava com a mãe da vítima há cerca de cinco anos em Caldas Novas. Em determinado momento, ele passou a ser chantageado pelo personal trainer, que era seu amigo. “Ele [pai] abusava da criança dos 10 aos 12 anos de idade dela. Um dia, em um apartamento, ele fez sexo com ela na frente do amigo e o personal passou a ameaçar o padrasto de contar o caso para todo mundo se ele não aliciasse a menina para ele”, contou. 

Áudios Ao descobrir os áudios, o pai da garota foi tirar satisfação com o padrasto, que está detido. Segundo a polícia, ele acabou sendo ameaçado de morte. As conversas relatam pedidos insistentes do suspeito. “Cadê você, menina, aparece. Eu quero quatro fotos, manda logo que estou com pressa. Rapidinho, eu quero elas. Não é pra raspar, eu quero do jeito que tá (sic)”, disse, se referindo às partes íntimas da menina. Como a vítima não respondia às mensagens, o padrasto seguiu insistindo. “Só quero que você me manda as minha fotos. Pode mandar já, já está de noite, estou esperando, já é quase nove. Tô esperando, beleza? O horário combinado é 21h30. Beijo, tchau (sic)”, falou o suspeito no áudio. Denúncia Segundo a polícia, após flagrar um desses áudios, o pai biológico da menina denunciou o crime e também alertou a mãe sobre o caso. 

Um exame comprovou que a menina não era mais virgem. À polícia, a menina disse que era abusada pelos dois homens e não falava nada para ninguém, pois o padrasto a ameaçava. O delegado informou que, ao tomar conhecimento do crime, a mãe saiu de Caldas Novas e foi à Nova Crixás encontrar a filha. “O padrasto passou a ameaçar a mulher e a adolescente de morte se elas não voltassem para Caldas. Como elas não voltaram, ele chegou a viajar para ir atrás das duas. O prendemos quando ele se preparava para matar a mãe da menina”, disse. O padrasto vai responder por estupro de vulnerável, aliciamento de menor e mediação para lasciva de outrem. O personal trainer foi preso na segunda-feira (13) em casa, em Caldas Novas. Ele vai ser indiciado por estupro de vulnerável e aliciamento de menor. A pena, em caso de condenação, pode chegar a 20 anos. Ambos devem prestar depoimento para a polícia na tarde desta quarta-feira (14). Se condenado, pode ficar até dez anos na cadeia.

Irecê Bahia: MPF recomenda que 33 municípios usem verbas apenas na educação básica

  usem verbas apenas na educação básica
 Irecê Bahia: MPF recomenda que 33 municípios usem verbas apenas na educação básica

Recursos da educação


O Ministério Público Federal (MPF) recomendou a 33 municípios baianos, da subseção judiciária de Irecê, que apliquem recursos do Fundef [Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério], apenas na educação básica. Conforme o procurador da República Márcio Albuquerque de Castro, autor da recomendação, a aplicação das verbas está garantida conforme as Leis 9.394/1996 e 11.494/2007. Os municípios que devem seguir a norma são: Irecê, América Dourada, Andaraí, Barra, Barra do Mendes, Barro Alto, Boninal, Bonito, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Iraquara, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Lençóis, Morro do Chapéu, Mucugê, Mulungu do Morro, Nova Redenção, Palmeiras, Presidente Dutra, São Gabriel, Seabra, Souto Soares, Uibaí, Utinga, Wagner, Xique-Xique. “Vários municípios brasileiros têm recebido verbas da União referentes a complementações do Fundef, em valores geralmente superiores a R$ 5 milhões”, pontua o procurador. “Diversas gestões têm manifestado a intenção de aplicar a verba livremente, sem vinculação à manutenção do ensino”, assinala. O MPF recomenda aos gestores que atendam ao disposto em diversos atos normativos, incluindo a Resolução n° 1346/2016 do Tribunal de Contas dos Municípios — que também indica a vinculação obrigatória dos recursos do Fundef ao desenvolvimento da educação básica.

Fim da mamata: Justiça baiana derruba pensão vitalícia para ex-governadores

  pensão vitalícia para ex-governadores
Arquivo/Elza Fiuza/Agência Brasil

Chega de mamata


A Justiça da Bahia determinou a suspensão dos efeitos da Proposta de Emenda à Constituição estadual (PEC) que concede pensão especial vitalícia aos ex-governadores baianos. A decisão tem caráter liminar e foi publicada nesta quarta-feira (15) no Diário da Justiça, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

O pagamento consta na Constituição do Estado da Bahia e a decisão do juiz considera o ato como “lesivo” ao patrimônio do estado. A decisão publicada define o benefício como inconstitucional e, por isso, pede a anulação dos pagamentos vitalícios. Além disso, pede a extinção do referido artigo da Constituição baiana, por “configurar atentado aos princípios da igualdade, moralidade, impessoalidade, simetria, dentre outros”.

Em caráter de urgência, o juiz responsável pela decisão pede o afastamento da aplicação do benefício e cita os ex-governadores João Durval Carneiro, Paulo Souto e Jaques Wagner, como beneficiados pela pensão. O cumprimento das determinações deve ser feito num prazo de até 15 dias a partir de hoje, sob pena de “cometimento de crime de desobediência e multa pessoal diária ao servidor responsável pela exclusão da folha de pagamento”.

A decisão ainda delega ao Estado  da Bahia, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE) que elabore uma planilha, na qual estejam discriminados todos os valores pagos a cada um dos ex-governadores, pensionistas e demais pessoas beneficiadas pelo artigo em questão. Em nota, a PGE informou que “irá analisar o inteiro teor da decisão para, só então, adotar as medidas judiciais cabíveis”.

Ação popular

A medida, de caráter liminar, é fruto de uma ação popular movida por Fábio da Silva Brito, secretário-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de Seus Familiares do Estado da Bahia. Na decisão, o juiz responsável lembra que, para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o artigo “fere o preceito constitucional” da Constituição da República, de 1988.

A PEC estadual 141/14 foi aprovada em novembro de 2014, na Assembleia Legislativa da Bahia, por unanimidade. A proposta, de autoria do então deputado estadual Adolfo Menezes (PSD) foi sancionada, no mesmo dia da aprovação, pelo então governador da Bahia, Jaques Wagner, um dos beneficiários da pensão.

Até então, os ex-governadores citados recebem pensão de R$ 20 mil e, em caso de morte, o valor pode ser transferido para as respectivas viúvas. Fonte: Agencia Brasil 

Bahia: Após alguns anos, Prefeitura de Queimadas volta a pagar contrapartida do Garantia-Safra

 contrapartida do Garantia-Safra
Comprovante de pagamento de contrapartida do Grantia-Safra; taxa não vinha sendo paga há alguns anos | Foto: Ascom/ Prefeitura de Queimadas

A Prefeitura de Queimadas informou que pagou nesta quarta-feira (15) a taxa de contrapartida do programa Garantia-Safra, benefício que visa garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios sistematicamente sujeitos a perda de produção em razão de fenômenos naturais como a estiagem. A contrapartida não vinha sendo paga há alguns anos. De acordo com a assessoria da prefeitura, 980 famílias serão beneficiadas através da ação. “O anúncio da volta do pagamento da contrapartida municipal do Garantia-Safra é mais uma boa notícia que damos para a população queimadense em menos de 90 dias da nossa gestão. Aos poucos vai ficando claro para o povo de Queimadas como a cidade foi prejudicada nos últimos anos, com a interrupção de vários projetos importantes como esse, resultando em implicações sérias para os agricultores, além de demonstrar falta de compromisso com a população. Mas, aos poucos estamos fazendo o esforço para renovar convênios como o Garantia-Safra, graças à política de equilíbrio econômico-financeiro implantado desde o início da gestão”, afirmou o prefeito André Andrade, por meio de sua assessoria. O Garantia-Safra é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) voltada para os agricultores familiares que sofrem perda de safra por motivo de seca ou excesso de chuvas. O benefício pago é de R$ 850,00 em 05 parcelas de R$ 170,00. Notícias de Santaluz

Operação Cui Bono: Delação premiada de empresário incrimina Geddel Vieira Lima

Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Em seu acordo de delação premiada, o empresário Alexandre Margotto [ex-sócio do corretor Lúcio Bolonha Funaro, apontado como operador do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e de grupos empresariais no suposto esquema de corrupção na Caixa] incriminou o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA). As informações são de reportagem de Fábio Fabrini e Fabio Serapião do Estado de S.Paulo. Segundo a publicação, Margotto disse que a Vice-Presidência de Pessoa Jurídica da Caixa, comandada por Geddel de 2011 a 2013, era mais rentável para Funaro que a Vice-Presidência de Fundos de Governo e Loterias, a cargo de Fábio Cleto [que delatou desvios em operações bilionárias do banco público]. As informações sobre a colaboração foram confirmadas por fonte que teve acesso ao depoimento. A delação foi homologada nesta quarta-feira (15), pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10.ª Vara Federal, em Brasília. Pode ter impacto na ação penal na qual o próprio Margotto, Funaro, Cleto, Cunha e o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) são acusados de negociar suborno para liberar aportes da Caixa em grandes empresas. A delação implica Funaro e outros empresários. Aos investigadores, Margotto contou que Funaro dizia ganhar na Caixa mais dinheiro com Geddel que com Cleto, primeiro delator do esquema de desvios no banco público. Ele deu detalhes da relação do peemedebista com o corretor. Geddel Vieira Lima é investigado pela Polícia Federal e o MPF, sob a suspeita de comandar, juntamente com Cunha, o esquema de corrupção na Caixa. Ele foi alvo da Operação Cui Bono? (a quem interessa?), em janeiro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers