quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Violência desenfreada na Bahia: Jovem foi morto a tiros em Ponto Novo


Criminalidade avança em Ponto Novo e insegurança assusta moradores


Um homicídio foi registrado no início da noite desta quarta-feira (22), nas proximidades do Bairro das Pedreiras em Ponto Novo. Segundo as primeiras informações, homens em uma moto atiraram contra um jovem conhecido por "Num" que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Após o crime, os indivíduos evadiram-se tomando destino ignorado. Não há informações sobre a autoria e motivação do homicídio.

Atualização: 23/11/2017 – 09h28min
Por volta das 19h00min dessa quarta-feira (22), o jovem Lindomário De Jesus Gomes Silva, 22 anos, residente na Travessa João Durval, Bairro Pedreiras em Ponto Novo, foi executado com pelo menos 12 tiros de arma de fogo tipo revolver calibre 38, sendo atingindo na cabeça, tronco e nádegas, falecendo no local, quando se encontrava na companhia de outras pessoas.
Os autores não foram identificados, mas a polícia sabe que estavam em uma moto 150 cilindradas de cor preta, que se evadiram logo após a execução.
Nossa reportagem conversou com o delegado plantonista na sede da 19ª Coorpin que informou que a vítima era cadeirante em decorrência de uma tentativa de homicídio tempos atrás, motivada por disputa de drogas e que a execução na noite dessa quarta-feira também tem ligação com tráfico de drogas.
O corpo de Lindomário será necropsiado no IML de Juazeiro.

Fonte: Blog do Netto Maravilha
Anteriormente já tinha ocorrido outra tentativa de assassinato também em Ponto Novo. Por volta das 3h00min da madrugada desta quarta-feira (22), foi socorrido para emergência do Hospital Nossa Senhora de Fátima, um jovem das inicias D.S. de 21 anos, o mesmo deu entrada apresentando hematomas em toda face e perfuração também na face. Segundo Informações o mesmo sofreu uma tentativa de homicídio na Praça da Feira livre em Ponto Novo. Após procedimentos médicos, o jovem permanece em observação medica.

Em defesa do Itapicuru: ex-prefeito Maurinho disse que os ribeirinhos estão sendo tratados de forma desumana


José Mauro disse que vereadores e prefeitos precisam se mexer mais em defesa do rio


O ex-prefeito Maurinho, também se pronunciou na reunião dos ribeirinhos na câmara de vereadores. Ele afirmou que tudo isso que os ribeirinhos estão passando é desumano e que a água do rio é de todos por isso, vereadores, prefeitos e população tem que lutar sim pelo rio Itapicuru. José Mauro também se disse disposto a ajudar, apoiar e lutar como for preciso. E o Artur Paiva de Ponto Novo, grande conhecedor do tema recursos hídricos, também se pronunciou. Disse que a Bahia não tem tradição em ter grandes barragens e que a barragem de Ponto Novo é pequena. E nós concordamos com Artur, por isso, achamos um grande descaso o governo da Bahia não ter construído novas barragens ao longo do rio para pereniza-lo como fez Paulo Souto. Rui Costa se dispôs a ir em Cuba, pra tentar de alguma forma levar nosso recursos pros ditadores cubanos, como fez Lula e Dilma, enquanto isso, ignora o sofrimento do semiárido. Temos que cobrar de cada deputado que lute mais pela nossa região e do contrário, negarmos votos a todos eles.


Em defesa do rio Itapicuru Açu: o que concordamos e discordamos do discurso de Edvaldo Cayres


Concordamos que temos que levar essa questão ao judiciário


No encontro dessa quinta-feira 23 de novembro, que aconteceu na câmara municipal de vereadores de Queimadas, vários ribeirinhos se pronunciaram. E lá presente, além de alguns vereadores e líderes das comunidades, tivemos pronunciamento dos ex-prefeitos Maurinho e Edvaldo Cayres. Num discurso claro e corajoso o Doutor falou coisas que este blogue apoia profundamente, mas, discorda de outras. Apoiamos por exemplo, que essa questão do rio não se resolverá esperando por políticos, pois ambos preferem grupos e conchavos do que defender o povo. Como bem disse Edvaldo, não adianta esperar por prefeitos pois eles estão enredados pelo governo do de estado e não terão coragem de encarar o governador. E assim como ele bem disse, essa questão só se resolverá por via judicial. Vemos disputas desse tipo em Belomonte e outras reservas, pois o governador não está nem ai pra movimentos, ele só obedecerá a lei. Porém, com todo respeito ao Ministério Público Estadual, eu tenho mais fé no MPF pois sabemos bem das estruturas do estado, como o governo influi nos tribunais, inclusive vimos notícias recentes, que diziam que até na eleição do TJ/Bahia, o governo apoiava candidatos. É claro que a justiça é independente, o MPE é independente, mas, vemos que os políticos atualmente só se apertam com o MPF, que tem mais poder fora dos estados. Se eu estiver enganado que me corrijam e me perdoem, mas, essa é a minha sensação vendo o andar da política e dos assuntos no país.

Então, creio de fato que só por meio de uma ação na justiça federal é que essa maldade do governo do estado cessará. E muito bem lembrado pelo ex-prefeito, há nesse embrolho todo, tanto interesses comerciais da Embasa, quanto interesses políticos do governador. Outra afirmação feita pelo Doutor Edvaldo, eu faço algumas restrições (opinião minha), ele sugeriu, deixar os políticos de lado e encher as praças, pois só com praça cheia é que os políticos prestam atenção. Bem, eu concordo que povo na rua, assusta político, mas, depende do povo. Ou seja, político não tem medo apenas de povo na rua, ele tem medo de povo que não vai votar nele. E aqui está a principal questão, ou seja, no próprio discurso de boa parte de ribeirinhos e políticos que participam do movimento, eles não cansam de repetir "não é um movimento político é só pela água...". Oxe. Nada se resolve neste país sem ser por política e justamente por isso que o governador apenas ri e dá as costas. Ele sabe que nesses municípios aqui da nossa região ele tem a maior parte dos votos, sabe que os ribeirinhos falam, falam e falam, mas, político é esperto, capta o fanatismo por trás do olhar de cada pessoa. Ele já afirmou incontáveis vezes que tem o voto de todo povo dessa região - e é justamente por isso que ele não se importa com protesto, com reunião ou com bloqueio de rodovia. Na verdade, político só dá atenção se temer perder votos e até agora, esse movimento ribeirinho, não demonstrou isso. Do que adianta encher uma praça e no dia da eleição votar e reelegê-lo? De nada! E por isso, que ele e seus deputados não estão nem ai, podem fazer 300 reuniões.

Dr. Edvaldo também disse ser contra invasão de prefeituras ou bloqueio de rodovias. Bem, eu também tenho algumas restrições quanto a isso, até porque como expus acima, eles tão pouco se lixando, se sabe que ainda detêm o voto dessa região. Porém, no Brasil, só se chama atenção da mídia e dos políticos dessa forma. E a meu ver o maior e melhor protestos que todo ribeirinho deve fazer é não votar em nenhum deputado que até aqui vem se mostrando omisso com todo sofrimento do ribeirinho. E voltando a MPE, há pouco tempo, o Deputado Luciano Simões Filho, disse ter levado a questão ao Ministério Estadual do Meio Ambiente, é mais uma vertente do MP do estado, mas, até agora, não vimos nenhuma solução. 

Outra afirmação que Edvaldo fez sobre a adutora, entendemos o que ele quis dizer, em não podermos ser contra que o governo leve água aos ribeirinhos por cano e que ser contra "é loucura". Já a meu ver, é loucura ser à favor de uma manipulação dessas, pois se leva água por adutora, em regiões desérticas, bem longe de rios, não as comunidades na beiro do rio! Ele pode muito bem, com esses milhões que querem gastar com adutoras fazer pelo menos 3 barragens e revitalizar o rio, tratando a água, nas localidades e não por tubulações. O Rio Itapicuru é um patrimônio de valor inestimável, mas, vivo, pois se o governo matar o rio, ele vai apenas virar deserto. 

E não venham com esse papo de estiagem não, pois todos sabemos que já tivemos secas piores e que tem um mar de água acima de Ponto Novo e Pindobaçu, apenas o que ocorre é maldade do governo do estado, incompetência e ingerência dos recursos hídricos. E voltamos a repetir, Edvaldo Cayres está certo, os ribeirinhos precisam de um bom advogado e jogar a questão na justiça o mais rápido possível. E não é qualquer advogado, precisa ser um jurista renomado na área de defesa do meio ambiente. Como bem citou o ex-prefeito, há partidos engajados nessa causa, como por exemplo, os partidos Verde e a Rede, então, basta que seus representantes tomem providências quanto a isso. Chamar a atenção da mídia nacional quanto as maldades que o governo do PT da Bahia, vem fazendo com os ribeirinhos.



Da redação do C7 Notícias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

Google+ Followers